Fonte: https://bufalostv.blogosfera.uol.com.br/2014/03/06/curiosidades-qual-carro-era-mais-veloz-nos-primordios-da-industria/?cmpid=copiaecola

Por Carina Mazararotto

Depois da disputa acirrada entre Bugatti Veyron e Hennessey Venom GT pelo recorde de velocidade, o Koegnisegg One:1 brilha no Salão de Genebra com a promessa de deixar os dois supercarros para trás. Segundo a marca sueca, o superesportivo será capaz de alcançar os 440 km/h, superando a marca de 435,3 km/h do Venom GT.

A briga por velocidade existe desde os primórdios da indústria automobilística, em carros de rua e competição, mesmo antes de o automóvel se tornar um produto de consumo. Os construtores sempre foram obcecados por velocidade e pelo desenvolvimento de novas tecnologias.

Conheça recordes e outras curiosidades da velocidade sobre rodas antes mesmo do início da produção em massa dos veículos:

1873 – Primeira carruagem sem cavalos que lembra um automóvel, feita pelo austríaco Siegfried Samuel Marcus, atinge 11 km/h.

1883 – Depois de receber a patente de um gerador a vapor, o conde francês Albert De Dion desenvolve uma carruagem sem cavalo com motor a vapor que atinge 60 km/h.

1898 – Outro conde francês, Gaston de Chasseloup-Laub, estabelece a marca de 63 km/h dirigindo um carro elétrico fabricado pela francesa Jeantaud. No mesmo ano de 1898, Louis Renault, aos 21 anos de idade, faz seu primeiro carro em sua própria casa. Transforma um triciclo em um quadriciclo, que alcança 50 km/h.

 

1899 – O belga Camille Jenatzy constrói o elétrico “Jamais Contente”, com aparência de charuto, e marca 105 km/h. Foi o primeiro carro a ultrapassar a barreira dos cem quilômetros por hora.

1899 – Os norte-americanos Walter Baker e Fred White fazem seu primeiro carro, um elétrico de dois lugares, com motor de 0,75 cv e velocidade máxima de 27 km/h. Tentam bater o recorde de Jenatzy, mas não conseguem.

1900 – A velocidade máxima permitida para os veículos nas vias é de 13 km/h. 1901 – Primeiro Mercedes de competição, com motor quatro cilindros em linha de 35 hp, bate os 85 km/h.

1902 – Um veículo Mors de competição atinge 124 km/h com um motor de combustão interna.

1903 – A Daimler lança um novo Mercedes, com motor quatro cilindros em linha 9.326 cm³ e 60 hp, capaz de alcançar 130 km/h de velocidade máxima.

1904 – Henry Ford anda a 147 km/h com seu próprio automóvel

1913 – Antes do início da Primeira Guerra Mundial, surge o Maybach, um supercarro para a época. Um inglês chamado Douglas Fitspatrick compra o veículo e o leva para “preparação”: coloca um motor seis cilindros de 200 cv e 138 kgfm de torque. O veículo é capaz de alcançar 145 km/h.

  • Fontes: Ricardo Bock, engenheiro e professor do curso de Engenharia Mecânica Automobilística do Centro Universitário da FEI e “A história do Automóvel – A Evolução da mobilidade, Volumes 1 e 2”, de José Luiz Vieira.