O Renault Zoe, hatch compacto elétrico da marca francesa, começa a ser vendido no mercado brasileiro com preço sugerido de R$ 149.900.  As duas primeiras concessionárias Renault já foram habilitadas em São Paulo e Curitiba, e as vendas começarão nesta última quarta (7).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

As duas lojas já terão à disposição dos clientes carros para test drive e as reservas poderão ser feitas não só nas revendas, mas também através do site www.eletricos.renault.com.br ou no estande da Renault no Salão do Automóvel 2018.

Já oferecido no Brasil através de parcerias com empresas públicas e privadas, o hatch compacto – assim como seu primo Nissan Leaf – nunca esteve disponível para o consumidor comum. Ainda assim, de acordo com a Renault, metade das vendas de carros elétricos no país provém de emplacamentos da marca francesa, que ainda tem os modelos Twizy e Kangoo em uso nessas condições por aqui.

Com 4,084 m de comprimento, 1,73 m de largura, 1,562 m de altura e 2,588 m de entre-eixos, o Renault Zoe é praticamente do tamanho de um Sandero e tem motor elétrico de 109 cavalos, bem como baterias de lítio de 41 kWh, suficientes para autonomia de 300 km (confirmado na apresentação) na vida real, pois no padrão laboratorial NEDC, o alcance é de 400 km.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Renault ainda não explicou como será a comercialização da infraestrutura de apoio ao ZOE, como carregador doméstico ou estações de recarga rápida em locais de interesse. Porém, a simples iniciativa de sua comercialização depois de anos de presença local de forma indireta, dá ao consumidor uma nova possibilidade de automóvel com emissão zero e silêncio a bordo.

Ainda não se sabe se a Renault fará o mesmo com o comercial leve Kangoo ZE e o pequeno urbano em Twizy. Por ora, o Zoe se apresenta como uma opção interessante, apesar do preço é o veículo elétrico mais barato do Brasil.